Dirigente do Atlético-MG critica erros: "A CBF tem que fazer com que a competição tenha credibilidade"


Após a derrota para a Chapecoense, na noite deste domingo, na Arena Condá, não só os jogadores do Atlético-MG, mas também a diretoria reclamou muito da má atuação da arbitragem. Todos citaram a expulsão injusta de Leonardo Silva e o tocou na mão de Apodi no segundo gol.

A revolta de Levir Culpi foi tão grande que o treinador optou por não conceder entrevista coletiva após a partida. Em seu lugar, apareceu o diretor de futebol Eduardo Maluf.

"Ele errou em todos os principais lances do jogo. Os jogadores estão indignados porque o juiz não sabia o que estava fazendo. No lance o Leonardo Silva, o quatro árbitro foi quem avisou o bandeira", disse Maluf, que continuou sua critica.

"Hoje, nós terminamos o primeiro turno com a arbitragem brasileira em descrédito total. O presidente da CBF tem que fazer que a competição tenha credibilidade. As últimas cinco rodadas tiveram erros impressionantes, árbitros sem a menor condição técnica de apitar. Há tempos, o estatuto do torcedor exigiu que houvesse sorteio para definir a arbitragem, mas ela quer que a CBF tenha o poder de indicar os árbitros. A arbitragem precisava de um investimento. É o único amador em um esporte altamente profissional. Colocar um trio que não tem condições de apitar nem jogo da terceira divisão dá nisso, eles vêm aqui hoje e fazem uma lambança total", disse o dirigente, revoltado com a arbitragem", concluiu o dirigente atleticano.

Por Rodrigo Sturaro
(Foto: Divulgação)
Share on Google Plus

About RÁDIO RDG ESPORTES

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.