Coluna do Breno Monsef - As mulheres em busca do Ouro


Diferentemente de vôlei e basquete, futebol masculino e feminino são completamente diferentes, pelo menos no Brasil, onde ainda engatinha. Se levarmos em consideração que nem o masculino, que é o principal esporte de nosso país é levado a sério em muitos aspectos e deixa a desejar, o que esperar do feminino?

O primeiro passo para fazer um esporte vingar em uma região é a criação de ídolos. Mas o futebol feminino não precisa disso, temos a Marta, por exemplo - que se juntar homens e mulheres, é a maior artilheira da Seleção com 100 gols, à frente até do Pelé -, 5 vezes melhor do mundo.

Depois, é montar times vitoriosos. Nossa Seleção é hexacampeã da Copa América e tem 3 medalhas de ouro pan-americanas. Porém, assim como a principal, falta uma medalha olímpica. Por isso o trabalho que a CBF tem feito com a equipe feminina é digno de aplausos - não por ser excelente, e sim porque a CBF resolveu finalmente fazer alguma coisa. A criação de uma equipe permanente (com contrato até o fim das Olimpíadas), que treina junto igual um clube comum de futebol é bastante louvável, já que é nos mesmos moldes de grandes seleções mundiais, como a dos Estados Unidos. Mas ainda é pouco. Comparando com as mesmas grandes seleções mundiais, ainda disputamos menos amistosos, campeonatos. O Torneio Internacional Feminino é legal, mexe com a torcida, porém não reflete o nível real, e acabamos caindo no mesmo erro do time masculino na "preparação" para a Copa de 2014.

Teremos somente na próxima quarta feira o primeiro confronto de nível, contra a equipe canadense. Ali será o verdadeiro termômetro de como está a nossa preparação. Nossas jogadoras são boas, as experientes nem se fala - Marta, Formiga, Cristiane -, e as novas que participam do processo de renovação têm muito potencial para crescer e não sentirmos a ponto de descermos degraus quando as já vitoriosas jogadoras desta equipe se aposentarem.

Porém a Marta, que já chegou aos 100 gols com a amarelinha e ostenta seus 5 prêmios de melhor do mundo só tem 29 anos. Ainda está no auge da sua carreira. Ainda vai nos dar muitas alegrias e ajudar o futebol feminino a se firmar por aqui. Assim torcemos e esperamos.

Breno Monsef
@brenozuca

(Foto: Reprodução)

Emoção, Informação e Opinião é só na Rádio RDG Esportes !
Share on Google Plus

About RÁDIO RDG ESPORTES

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.